quinta-feira, março 30, 2006


Vender parte dos F-16MLU ?

Em meados do mês de Março de 2006, e a propósito da aproximação da discussão da Lei de Programação Militar, foi apresentada publicamente uma proposta por parte de um partido político com representação parlamentar, que propõe a venda de 10 (dez) unidades dos actuais F-16 da Força Aérea Portuguesa.

O partido em causa, apresenta como uma das soluções para reduzir os apertos orçamentais a venda de aeronaves F-16A/B-MLU (a seguir designados por F-16MLU ou apenas MLU), ou seja, com a instalação e incorporação do kit MLU, que as transforma em aeronaves mais modernas.

A vantagem da possibilidade apresentada prende-se com o facto de, procedendo à modernização das aeronaves ser pelo menos em teoria possível efectuar a sua venda no mercado internacional a um preço aproximado do custo da modernização, mantendo assim postos de trabalho na industria nacional. Tal preço deverá roncar os 8 milhões de Euros, o preço que o o Chile pagou por aeronaves idênticas compradas à Holanda.

No entanto, a proposta de venda dos F-16MLU, depara-se com um problema político, que decorre do facto de, sendo aeronaves americanas (20 delas compradas novas na fábrica e outras 20 adquiridas em segunda mão), a sua venda necessitar de autorização do governo norte-americano.

Os potenciais clientes, no entanto, não serão provavelmente países europeus. Parte deles estão envolvidos com custosos projectos de modernização e substituição de aeronaves mais antigas por outras novas, (Eurofighter e Grippen) as quais são mais capazes que os F-16MLU e outros, mais pequenos, não têm recursos financeiros nem dimensão para operar mesmo os 10 F-16MLU que Portugal poderia vender. Entre países com capacidade para adquirir este tipo de aeronave estariam por exemplo a Eslováquia, que ainda opera aeronaves de fabrico russo, mas este país assinou há pouco um contrato para a completa modernização dos seus MIG-29 com equipamentos ocidentais, e outros países como a Roménia foram alvo de propostas para a modernização de MIG-29 para padrões ocidentais. A Eslovénia, parece não ter dimensão para operar uma esquadra de aeronaves como o F-16MLU, uma vez que a sua Força Aérea se resume a aeronaves de asa rotativa e a aviões de transporte.

Em termos de Europa, outros países, ou não têm capacidade para a operação deste avião, ou então não têm necessidade dele, por operarem outros mais sofisticados.

Fora da Europa, os potências clientes, também não abundam, e surge o problema de poder até haver potenciais clientes para a aeronave, mas cuja transação, ao ter que ser autorizada por Washington se tornaria impossível.

A Venezuela, por exemplo, não consegue sequer manter os seus F-16A/B-Block 15 (idênticos aos nossos F-16 não modernizados) no ar, e o governo americano, ainda há pouco proibiu a Espanha de vender aviões C-295 para aquele país da América do Sul.

Outra versão mais próxima é Marrocos, e aqui existe a mais que provável oposição de Espanha, pois embora 10 aeronaves F-16MLU sejam pouco quando comparadas com o arsenal espanhol, aumentariam grandemente as capacidades das forças marroquinas.

É aliás o problema das autorizações de Washington, que leva muitos países a duvidar dos equipamentos americanos, porque se os países da NATO podem dispor das armas sofisticadas que um F-16MLU utiliza, outros países não têm a mesma facilidade, ficando essas armas, (como os mísseis ar-ar AIM-120 AMRAAM) nos Estados Unidos, com o compromisso de serem entregues em caso de necessidade.

Portando, a possibilidade de venda dos F-16MLU, que à partida teria algum interesse (isto se concluirmos que será difícil e demasiado caro completar duas esquadras com 20 aparelhos cada uma) resvala em problemas técnicos e políticos, não sendo a venda viável, sem que exista a autorização respectiva por parte do governo dos E.U.A.

Resta saber se, tomando o governo a decisão de reduzir o numero de F-16MLU a operar, se justifica efectuar a modernização dos últimos 10 aparelhos, ou se os equipamentos já adquiridos deveriam ser vendidos, (não se tocando nas carcaças dos F-16 mais antigos) propondo Portugal o programa de modernização a outras forças aéreas.

No entanto, tal tipo de solução, enfrentará os mesmos problemas políticos que se colocam para os aviões actuais.

Mensagem automática publicada por : Paulo Mendonça

6 Comentários:

At domingo, 2 de abril de 2006 às 14:49:00 WEST, Blogger Bajoulo said...

Morte de um Facínora de Abril

“Morreu mais um dos capitães responsáveis pelo holocausto africano. Fabião abandonou as suas tropas especiais, pretas, que foram assassinadas pelo Cabral de imediato. Uns ainda conseguiram fugir para a embaixada portuguesa, mas esta foi invadida e os militares portugueses enforcados nas árvores. O facínora do Carlos Fabião descansava alegremente na metrópole. Foi directamente para o Inferno! – Quitéria Barbuda in “Os Miseráveis do 25”, Revista “Espírito”, nº 31, 2006.

 
At domingo, 2 de abril de 2006 às 14:49:00 WEST, Blogger Bajoulo said...

Morte de um Facínora de Abril

“Morreu mais um dos capitães responsáveis pelo holocausto africano. Fabião abandonou as suas tropas especiais, pretas, que foram assassinadas pelo Cabral de imediato. Uns ainda conseguiram fugir para a embaixada portuguesa, mas esta foi invadida e os militares portugueses enforcados nas árvores. O facínora do Carlos Fabião descansava alegremente na metrópole. Foi directamente para o Inferno! – Dra. Kity in “Os Miseráveis do 25”, Revista “Espírito”, nº 31, 2006.


www.riapa.pt.to

 
At quarta-feira, 12 de abril de 2006 às 19:58:00 WEST, Blogger Bajoulo said...

“O principal objectivo do Ensino é formar indivíduos úteis à Sociedade. É por isso que não tem de ser igualitário: os Pretos são úteis a abrir valas e na limpeza, e os Brancos são úteis para gerir a Nação. A Função da Matemática é separar as águas!” – Dra. Kity in “Elogio aos Caucasianos”, revista “Espírito”, nº 11, 2005.

“O Principal Objectivo do Ensino é formar indivíduos que produzam para a Sociedade e que sejam saudáveis, para se poupar nas Baixas. Sendo assim, a Educação deve promover os alunos com melhores genes, para que num futuro dirijam com competência a Nação. Aos pretos, como são fortes e ágeis, devido às constantes fugas à polícia , estão-lhes reservadas as pás e as enxadas, porque são fracos de Inteligência – Dra. Kity in “ Elogio da cor Branca”, Revista “Espírito”, nº 11, 2005.

www.blocodireita.blogspot.com

 
At quinta-feira, 27 de abril de 2006 às 18:29:00 WEST, Blogger marisa8cristina said...

Are you stuck in a job that is leading you on the path to no where?
We can help you obtain a College Degree with classes, books, and exams
Get a Genuine College Degree in 2 Weeks!
Well now you can get them!

Call this number now 24 hours a day 7 days a week (413) 208-3069

Get these Degrees NOW!!!

BA, BSc, MA, MSc, MBA, PHD,

Within 2 weeks!
No Study Required!
100% Verifiable

Call this number now 24 hours a day 7 days a week (413) 208-3069

These are real, genuine, They are verifiable and student records and
transcripts are also available. This little known secret has been
kept quiet for years. The opportunity exists due to a legal loophole
allowing some established colleges to award degrees at their discretion.

With all of the attention that this news has been generating, I wouldn't
be surprised to see this loophole closed very soon.

Get yours now, you will thank me later!
Call this number now (413) 208-3069
We accept calls 24 hours a day 7 days a week.

 
At terça-feira, 9 de maio de 2006 às 08:49:00 WEST, Blogger christophererickson30346301 said...

Get any Desired College Degree, In less then 2 weeks.

Call this number now 24 hours a day 7 days a week (413) 208-3069

Get these Degrees NOW!!!

"BA", "BSc", "MA", "MSc", "MBA", "PHD",

Get everything within 2 weeks.
100% verifiable, this is a real deal

Act now you owe it to your future.

(413) 208-3069 call now 24 hours a day, 7 days a week.

 
At quarta-feira, 7 de junho de 2006 às 15:19:00 WEST, Blogger Rui Elias said...

Desconhecia que na parte dos comentários, este blogue se tivesse transformado num feudo da extrema-direita fascista e racista, disfarçada de "nacionalismo".

É mau para o blogue e para o site.

Ao cuidado dos administradores do Site!
________________________

Qunato ao artigo em si, do Paulo Mendonça acho que é actual.

Como se vê, o Governo está prestes a fazer a vontade a esse partido que pedira a venda de 10 F-16.

Com um brinde pelo caminho:

É que em vez de 10 aviões, o Governo dispõe-se a vender 12!

 

Enviar um comentário

<< Início do Blog